Mitsubish Pajero Diesel ou Gasolina???


Boa tarde

 

Conversando com um feliz proprietário de uma Pajero Sport 2008, fiquei impressionado em ver que um carro daquele porte possui um motor Gasolina.

Segundo o proprietário, a versão Gasolina da Pajero possui algumas vantagens no momento da compra.

  1. Preço da compra é menor
  2. Potência do motor é maior
  3. Seguro do carro é mais barato (Alternando de R$ 2.000 a 3.000, dependendo do perfil)
  4. Silêncio interno
Porém nem tudo são flores… um carro com quase 200cv de potência na versão gasolina possui algumas desvantagens quando comparado com o mesmo carro na versão a Diesel, entre eles eu costumo destacar
  1. Abastecimento, mesmo que o Diesel seja mais caro (em alguns lugares) o consumo de combustível sempre será menor quando comparado com a Gasolina
  2. Durabilidade do motor, o Diesel faz com que o motor trabalhe com rotações mais baixas, esta é uma característica do combustível que exige menos rotação do motor para extrair mais torque do mesmo.
O custo de manutenção do motor a Diesel é maior (peças e mão de obra mais cara), o carro precisa ser levado em oficinas especializadas ou concessionárias, embora que o perfil de um cliente de Pajero não deve levar o carro em qualquer lugar….
O Ruído dos motores a Diesel é maior, mas nada exagerado, hoje os novos motores consegue ser bem silenciosos quando isolados adequadamente.
Vou publicar um vídeo técnico de como funciona o motor a Diesel.
Em relação ao seguro, também não existe histórico, mas é certo que os ladrões preferem as picapes a diesel (porque os motores podem ser retirados e usados como geradores), o que encarece o preço da apólice. E, por fim, o IPVA da versão é menor. Não espere atingir grandes velocidades com o Motor a Diesel porque seu funcionamento (mesmo em versões turbo alimentadas) é baixo giro, não excedendo algumas vezes 180km/h… versões a gasolina possuem limitação eletrônica que pode ser facilmente desbloqueada quando reconfigurado o mapa da injeção eletrônica.
De modo geral, além de custar menos na bomba, o diesel ainda rende mais. É possível rodar mais com um litro de diesel do que com um litro de gasolina. O que resulta em maior autonomia. Os motores a diesel são mais robustos e têm mais força nas baixas rotações. Excelente para quem utiliza o carro em viagens longas.
Valor de Revenda. Os carros à diesel têm alta liquidez (vendem rápido) e por isso perdem pouco valor. Os à Gasolina, embalados pela mística de que pick up só se for diesel, ainda tem um público restrito e por isso baixa liquidez.
Para os fans da Pajero, segue um vídeo bem legal do carro (em inglês)
Cronologia do Carro
1992 – Inicio de importação nas versões GLZ e GLS com motores V6 3.0 gasolina e 2.5 a diesel
1994 – Versão GLZ é substituída pela GLX
1995 – Motor turbodiesel 2.8
1998 – Reestilização e motor V6 3.5 gasolina
1999 – Importação do Japão do Pajero Sport com motor 3.0 V6 de 150 cv e do Pajero iO com motor 1.8 16V de 117 cv
2001 – Lançamento da 3ª geração do Pajero Full, estrutura passa a ser monobloco e motores 3.0 e 3.5 gasolina e 2.8 turbodiesel
2002 – Motor 3.2 turbodiesel
2003 – Substituição do Pajero iO importado pelo nacional TR4 com motor 2.0 16V de 131 cv
2004 – Motor V6 3.8 gasolina e versão Sport HPE com motor diesel de 145 cv
2005 – TR4 com versão blindada de fábrica e versão Long Range com tanque de gasolina de 91 litros
2006 – Reestilização nos faróis e lanternas do Pajero TR4 (junho)
2007 – Lançamento da 4ª geração do Pajero Full (maio)
2007 – Pajero Sport passa a ser produzida no Brasil com motor gasolina 3.5 V6 de 200 cv ou turbo diesel 2.5 de 141 cv
2007 – TR4 com motor 2.0 16V Flex (julho)
2008 – TR4 Flex GLS com airbag apenas para o motorista e sem ABS (maio)
2009 – Pajero Sport diesel com motor turbo 2.5 de 150 cv (março)
2009 – Pajero Sport com motor Flex 3.5 24V de 200/205 cv (julho)
2009 – Pajero Dakar com motor diesel 3.0 3.2 16V de 165 cv (julho)
2009 – TR4 reestilizado e com motor mais potente de 135/140 cv (setembro)
2010 – Pajero Full diesel tem potência do motor 3.2 elevada de 165 para 200 cv (novembro)
2011 – Fim de produção da Pajero Sport (março)
2011 – Pajero Dakar passa a ser fabricado no Brasil com motor 3.2 16V turbodiesel de 165 cv (abril)
2011 – Pajero Dakar com motor V6 3.5 Flex de 205 cv, o mesmo da L200 Triton (junho)
Para quem gosta da Toyota Hilyx, segue abaixo um comparativo das versões equivalentes.
Obrigado

68 thoughts on “Mitsubish Pajero Diesel ou Gasolina???

  1. Claudinei Rangel disse:

    Ola boa tarde. Estou na eminencia de pegar uma pajero 2001 sport a diesel. ela deve estar com uns 200.000 Kms rodados. Preciso me preoucupar com a kilometragem ? ou se ela estiver boa posso pegar sem medo.? vou levar em uma oficina amanha para que passem um pente fino em toda a sua parte mecanica.
    Obrigado.

  2. Claudinei Rangel disse:

    Ola boa tarde. estou na eminencia de pegar uma pajero sport diesel 2001. irei levar na oficina amanha para avaliar. ela se nao me engano está com uns 180.000 ou 200.000 rodados. Em alguns forum informam que o motor mitsubishi não passa de 300.000 kms sem precisar gastar em torno de uns 10.000.00 para mexer na turbina e em outras partes do motor. isso procede? ou o motor dela se bem cuidado pode rodar muito ainda?
    agradeço se puder me dar um norte, pois, gostei muito do carro, mas estou inseguro em pegar devido a varias versões de opinioes que temos na internet.

  3. disse:

    Ta, e daí se eu gosto do barulho do motor a Diesel? Kkkkk.

    aquela “bateção” da marcha lenta é uma orquestra, e o torque mosntruoso do 3.2 arrasta tudo parece um tatu de chuteira.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s