2013-07-09 15.56.10

Melhorias Opala 4cil


Boa noite

Antes de iniciar a escrever o post de como melhorar o desempenho de um Opala SS4, gostaria de rever alguns conceitos que são básicos quando falamos de carro.

A começar pela simbologia do Opala dividindo os motores em 4CC e 6CC, CC não e sigla para Cilindros, o correto é escrever que o Opala é 4CIL ou 6CIL. A sigla CC é corretamente aplicada para Cilindradas, no caso do Opala 4CIL são 2500cc e para o Opala 6CIL são 4100cc. Porém popularmente se voce procurar por textos na internet ou vídeos no youtube por CIL ao invés de CC retornará 1% dos resultados quando é procurado do jeito incorreto.

Este problema não ocorre para motores em V, as siglas V6, V8, V12, V16 são aplicadas corretamente, até mesmo motores W16 (sendo grosseiro são 2 motores V8).

Curiosidade, motores V4 existem e são costumeiramente utilizados em Motos, exceto por alguns carros conceito ou carros totalmente inacessíveis financeiramente.

Bom vamos ao que realmente interessa, mas antes disso ainda, gostaria de deixar aqui o meu comentário a minha resposta para a seguinte pergunta que certamente voce – caro leitor – deve ter se perguntado antes de chegar até o meu blog. Por que é tão dificil encontrar receitas de preparação para Opalas 4cil?

A resposta é simples, pequeno padawan, isso se resume basicamente em PREÇO.

Preparar um motor 4cil é tão caro quanto substituir o seu bom e velho motor por um 6 canecos. Os rendimentos da preparação de um 4cil não superam muito um motor 6cil original, agora quando colocamos na ponta do lápis, sai muito mais barato voce substituir o motor 4cil por um motor 6cil, tudo se encaixa e as adaptações necessárias são pequenas.

  1. Leve em mente os seguintes requisitos quando voce começar a prepara o seu bom e velho motor 4cil.
  2. Um motor 6cil continuará sendo mais forte, mesmo porque ele possui 4100cc contra 2500cc do seu motor
  3. Quando voce colocar na ponta do lápis o quanto foi investido na preparação do motor, verá que o ronco do motor 6cil ainda continua sendo diferenciado
  4. Quando voce terminar o seu projeto de preparação do motor 4cil se sentirá frustrado, porque se tivesse seguido o meu conselho número 2 dessa lista, poderia estender o seu projeto por mais alguns anos (e dinheiros).
  5. A primeira pergunta que farão para voce na rua é: “São 6 cilindros?” o mesmo acontece para carros aspirados contra turbo, quando eu tinha o Lancer caracterizado como Evo e levemente preparado, sempre me perguntavam se era Turbo…. pergunta broxante na real…
  6. Voce nunca poderá utilizar o famoso carburador Holley Quadrijet

 

Se as minhas 6 dicas acima não convenceram voce que preparar o Opala 4cil é tão caro quanto trocar por um motor 6cil, seja bem vindo ao meu mundo, veja abaixo alguns motivos para voce manter o seu bom, velho e confiável 4cil quieto no cofre.

  1. Ninguém prepara motores 4cil, tenha um projeto único
  2. Carburação dupla no 4cil é um suicídio financeiro
  3. Carburação dupla Weber 40 com cornetas dá o mesmo efeito de orgasmos múltiplos
  4. Quadrijet de cú é rola, contente-se com Carburadores Bijet
  5. Você irá realmente sofrer para estudar sobre assuntos que já estão mastigados para motores 6cil tais como: sobrealimentação, coletores de escapamento, coletores de admissão, comando de válvulas, etc
  6. Swap de motores não são tão simples como aparenta ser, você precisa ter a dor de cabeça de documentar o novo motor e depende muito de um excelente mecânico para isso.
  7. Você verá que retrabalhar cabeçotes para motore 4cil dá ganhos expressivos.

 

De qualquer forma tanto motores 4cil de opala quanto 6cil são modelos interessante de trabalho, entenda que nunca estaremos satisfeitos com o resultado. Conversei com vários donos de Opalas 6cil e a maioria que se aventura no mundo da preparação gostaria de fazer um swap para motores V6 da Blazer ou V8 do Camaro.

A verdade é, eu sou um Gearhead e não abro mão de estudar sobre mecânica, preparação e motores de uma forma geral.

Vamos ao que realmente interessa, quer saber mesmo como extrair um pouco de potência no seu Opala (ou outro oldschool 4cil)?

  1. Carburação Dupla, preferencialmente Weber 40
  2. Coletor de escape 4x2x1 em inox
  3. Aumento dos dutos do cabeçote
  4. Retrabalho dos dutos do coletor de admissão

Faça essas 4 modificações e nos vemos no próximo artigo.

 

Obrigado

 

 

2016-Ford-Fusion-interior

Avaliação Ford Fusion 2016


Boa tarde.

Este final de semana estou a bordo do Novo Ford Fusion 2016 (versão de entrada). Equipado com o motor 2.5 (175cv) e transmissão automática de 6 velocidades, este conjunto faz com que o Novo Fusion se torne uma opção interessante para o consumidor brasileiro.

O preço apresentado no site da Ford anuncia que a versão de entrada está a partir de R$ 112.400,00, para quem procura Sedans executivos nesta faixa de preço temos poucas opções. Não sei dizer ao certo se o Jetta se encaixa nesta categoria. O Jetta possui um design muito comum na linha VW não dando muita exclusividade ao modelo, exceto pelo conjunto mecânico que é muito bom por sinal, ainda mais agora com a nova opção do 1.4 TSI.

Voltando a falar no Fusion, este é um carro de inúmeros atributos positivos tais como: bancos em couro, cinto de 3 pontas para todos os ocupantes, apoio de cabeça para o terceiro ocupante, motor flex 2.5 com transmissão automática de 6 marchas, espaço interno e acabamento digno para um carro na casa dos 100mil reais.

Um ponto desfavorável do carro está na transmissão, o motor responde bem, mas a transmissão AT simples quando comparado com carros com dupla embreagem deixa a desejar. Nada ruim, mas é algo que poderia melhorar com a nova geração do modelo.

Um ponto extremamente negativo da Ford está nos mapas da Central Multimidia, os mapas estão todos em um cartão SD (que segundo minhas pesquisas) é um cartão criptografado, não dá para fazer download de um backup de segurança e usar no carro, tem um cartão SD próprio da Ford que precisa ser atualizado em concessionária inclusive.

O carro que eu estou no momento está sem o cartão SD (não sei se perderam ou se é um opcional não adquirido) e com isso o GPS não serve para nada. Considerando que a central tem um HD interno de 10gb para música, porque não alocaram um espaço nele para armazenar os mapas? Estou com um carro premium com GPS e o mesmo não funciona porque não tenho o cartão SD.

No site da Ford não fica claro como funciona o processo de atualização do cartão e sequer fala sobre a existência dele. Falando em central multimidia o Sync é ótimo, um pouco engraçado as vezes, mas no geral é muito bom. Quando conectado um celular ele lê as mensagens SMS em voz alta e não parece algo mecânico, as falas são bem suaves.

2016-Ford-Fusion-interior

 

O painel do carro foi uma surpresa para mim, ele possui 2 telas de LCD (uma em cada extremidade) com informações úteis do carro. O carro merecia um sistema de diagnóstico como os AUDI e BMW, mas enfim as diversas telas de LCD distribuídas no carro dão um ar de tecnologia bem interessante para o modelo.

Sensação ao entrar no carro

A porta é pesada, comparando com carros japoneses a primeira impressão é que eu entrei em um carro blindado. O peso da porta é algo que você se acostuma, mas sinceramente eu achei que ela poderia ser um pouco mais leve. E um ponto muito positivo está na vedação do ruído externo, quando você entra no carro você não ouve mais nada do lado de fora, até o som do motor dá uma abafada.

Os controles internos do veículo são extremamente fáceis de encontrar e de operar, não precisa de manual do proprietário, para quem já dirigiu um Renault (aonde tudo fica escondido) este Ford está tudo visivel e de fácil acesso.

Design

Seguindo a tendencia do design da Ford, este modelo dispensa qualquer comentário. Sinceramente o carro por fora está muito bonito e por dentro também.

Vou dirigir o carro por mais 300km neste final de semana, vamos ver se consigo detalhar mais algumas funções do mesmo.

 

Obrigado

2015-12-19 16.56.01

Cuidados com o Fusca


Boa noite.

Hoje um dos últimos dias do ano, peguei o dia para cuidar do Fusca. A um tempo que eu não escrevo nada sobre ele. Recentemente eu gravei um vídeo e publiquei no youtube sobre a restauração do Fusca.

Algumas pessoas simplesmente não tem a menor ideia de como é dificil restaurar um carro, mesmo ele sendo um popular como o Fusca.

E por incrível que pareça o carro não é laranja como muitos dizem ser. Ele é vermelho Duco, um vermelho sem graça da Volkswagen, original do carro em 1974.

Na época que eu restaurei o Fusca eu pensei em usar um tom de vermelho mais moderno, mas como o meu objetivo era (e ainda é) a placa preta, a cor é um dos itens que desclassifica o carro.

Gostei muito do resultado na época e recentemente eu vi que ele perdeu o pouco brilho que tinha. Agora que a pintura está mais queimada do sol senti a necessidade de levar o carro para o polimento. Eu não recomendo polimento sem necessidade, mesmo porque o processo é similar ao polimento de uma aliança de ouro, ela brilha no final mas é de conhecimento que uma pequena (bem pequena) camada de ouro é removida para poder retirar os riscos. Isso se dá devido o processo em si aonde ocorre desgaste no material.

No polimento automotivo o processo é o mesmo, quando mal realizado é ainda pior, é totalmente perceptível na lataria os desgastes realizados por um mal profissional na área.

Uma preocupação que eu tenho com o Fusca é deixar ele sempre em ambiente coberto, mas infelizmente no último ano ele tem visto cada vez menos a sombra. Isso se deve a algumas circunstâncias da minha vida e não porque eu fui relaxado e larguei o carro na rua. Infelizmente em algumas regiões do Brasil garagens cobertas são luxo e/ou algo raro de se ter nas residencias.

2015-12-19 16.56.01 2015-12-19 16.56.48 2015-12-19 16.56.57 2015-12-19 16.57.12 2015-12-19 17.00.38

 

Mesmo não tendo um lugar 100% fechado o importante é ter uma capa de boa qualidade para proteger o carro. No meu caso eu comprei a minha na internet no site OR Capas (link).

 

Obrigado

ss78a10

Opala SS4 – 78


Boa noite,

Vou tentar escrever o máximo que eu puder do meu novo projeto do Opala SS4 78. Tenho como meta uma preparação aspirada no GM 4 cilindros de forma bastante significativa. Um carro como o Opala SS não pode de forma alguma não ser notado por onde ele passar.

Existem diversos carros caracterizados como SS mas poucos (raros) são no documento, eu ou o feliz proprietário de um SS legítimo de chassi e motor. E ainda mais raro por ser um SS4, os mais comuns são SS6. Motores 6 Cilindros são mais famosos na internet. O que poucas pessoas sabem é que é possível extrair muita potencia nos motores 4 Cilindros da Chevrolet, ainda mais o motor 151S.

Vou começar falando um pouco do carro (comigo), se quiser saber um pouco do carro existem inúmeros artigos na internet e vários fóruns que podem falar sobre o carro originalmente falando. Está comigo desde 2013 e nunca coloquei a mão nele, fiquei 2 anos para regularizar o carro e deixar ele no meu nome, antes disso não fiz absolutamente nada.

 

Em 2015

Comprei o kit de ignição eletronica da marca Bosch, fiz isso porque originalmente o modelo 78 vem com platinado e como todo e bom platinado ele dá problema e não presta para os dias de hoje. Para não ter problema comprei um kit com jogo de velas, cabos, bobina, módulo e distribuidor. O kit saiu ao todo por R$ 500 Dilmas, não é um preço barato mas por se tratar de um kit novo e de marca boa com boas garantias e um bom histórico de qualidade eu preferi não abrir mão do produto.

 

Próximos passos

Estudei um pouco de como preparar um Opala 4 Cilindros, poucos são os materiais que temos na internet, consultei alguns especialistas no assunto e cheguei na seguinte receita, que espero começar a colocar em prática em 2016.

  • Coletor de escapamento 4×1
  • Kit com 2 carburadores Weber 40
  • Polimento dos Dutos de Admissão
  • Escapamento Completo
  • Kit de freios dianteiros e traseiros Power Brakes

Eu sou mais Old School vou manter a alimentação com carburadores, pensei em um kit Bi-jet para o carro, mas me falaram que não era uma boa opção para este motor. Que eu não teria o rendimento desejado. 1 Weber 40 seria o suficiente mas com 2 seria o demônio sobre rodas.

Ainda estou com dúvida quanto ao coletor, não sei se fico com 4×1 para ter uma arrancada maior ou 4×2 para ter uma acelerada mais longa. Preferencialmente para este tipo de carro eu prefiro ter uma arrancada maior, mesmo porque em uma puxada o melhor ganha nos 300m e não em 10km de pista.

O Lancer optei por 4x2x1 porque é a melhor configuração para o meu dia-a-dia e também para as pistas. No Opala quero uma resposta mais rápida, por isso um 4×1 seria o melhor, mas ainda não decidi 100%

O problema do kit de carburadores está no preço, vou ter que negociar bastante para fazer o carro.

Já tive freio da PowerBrakes, achei eles excelente, eu tive problemas na instalação inicial que foram rapidamente corrigidos, mas eu também não fui tão crítico como sou hoje.

Minha expectativa com o carro é chegar na casa dos 200cv (roda) e um ronco ensurdecedor (com qualidade) para ser bem representado na comunidade Opaleira. Um jogo de pneus está no orçamento, Cooper Cobra são o meu sonho, mas infelizmente não tenho certeza se eu terei R$ para bancar 4 pneus da marca. Queria um pneu no estilo muscle car com letras branca (puro charme) sei que temos pneus da marca coreana Kumho, mas eu particularmente ainda tenho um pouco de preconceito da marca. Este projeto precisa ser perfeito, quero um carro para que os meus netos se divirtam com ele.

Uma vez eu vi um Opala com a marcha embaralhando, aquilo era música para os meus ouvidos. O cheiro de gasolina estava no ar e aquilo sim era um carro de verdade. Não quero algo que faça somente barulho, quero um carro que seja performático nos mínimos detalhes. Vou tentar manter o visual o mai original possível, vou ver o que eu consigo fazer.

Um jogo de Bielas e Pistões forjados entrará no orçamento, porque o projeto começará com 200cv e o céu será o limite. Nada como ter um carro confiável para o dia-a-dia com força para poder expandir a potencia para aonde eu for desafiado.

Um tapa no visual também será necessário. Funilaria, pintura e tapeçaria são necessários.

Sem sistema de multimídia, som apenas do motor….

Obrigado

 

IMG_20150909_061539

Painel Lancer Ralliart


Bom dia

Graças aos amigos do Mitsufans tive coragem de desmontar o painel original do Lancer CVT para instalar o painel do Ralliart (não estava procurando muito, mas quando achei não perdi a oportunidade de comprar).

Desmontar o painel e instalar um novo não é tão complicado como parece, tive receio na hora de retirar as peças que são puxadas, porque tenho um péssimo histórico de quebrar as presilhas deste tipo de peça. Mas entre mortos e feridos salvaram-se todos.

 

A principal diferença deste painel para as versões MT e CVT é a coloração e a velocidade máxima que exibe até 260km/h contra 240km/h das versões anteriores. Existe uma diferença no grafismo quando comparado com a versão GT da família Lancer.

Todas as funções do carro funcionaram perfeitamente. Entretanto a KM do carro foi “alterada” para a KM do painel. Mas é possível resgatar a KM original do carro porque esta fica armazenada na central do veículo. Mas existe um custo para este serviço e a rede de concessionárias da marca não faz este tipo de serviço também… Somente em empresas especializadas em painel.

Obrigado

55 - Mitsubishi Lancer

Dicas para Participar TrackDay


Bom dia

Exceto o tópico que eu escrevo a minha jornada para documentar um carro sem documentos os assuntos, relacionados a Track Day estão na lista do top 5.

Correr com o próprio carro para alguns pode ser uma loucura, para outros uma verdadeira emoção. Salvo o investimento pesado que é preciso realizar no carro o risco de acontecer alguma quebra ou uma dor de cabeça futura são longos.

Eu enxergo o TrackDay como uma droga, no momento ela te trás adrenalina, emoção e muito êxtase. Após a corrida voce sentirá um cansaço intenso e o carro também – poderá – apresentar alguns efeitos colaterais.

Vamos aos efeitos mais comuns após uma corrida de TrackDay:

  • Desgaste dos pneus
  • Desgaste dos freios
  • Necessária a substituição do óleo do motor
  • Necessária a substituição do óleo do cambio
  • Alinhamento
  • Balanceamento
  • Revisão da parte elétrica do carro
  • Desgaste da suspensão

Estes itens são apenas alguns que eu me lembrei agora, mas se começarmos a escrever em uma folha de papel quais itens do carro são estressados na corrida a lista teria no mínimo umas 3 páginas de conteúdo.

Agora que voce leu sobre os desgastes do carro, ainda assim quer saber como participar?

Antes disso vou listar – novamente – a lista dos itens que precisam obrigatoriamente serem trocados/revisados antes de uma corrida:

  • Fluído de freio para no mínimo DOT5.1 (o DOT 5 também serve)
  • Revisão dos pneus, eles precisam estar com 70% de borracha (no mínimo)
  • Substituição dos freios dianteiros e traseiro (sem choro, o carro pode ter 6 meses de uso, precisa trocar).
  • Substituição do óleo do cambio

 

Quanto aos freios eu recomendaria freios frisados e pastilhas EBC, o kit não é um dos mais baratos, mas lembre-se que é para a sua segurança. E também não adianta trocar os freios 2 dias antes da corrida, tem que ser no mínimo 1 semana antes, trocar os freios em cima da hora fará com que você não tenha eficiência na frenagem é sabido que freios novos não são tão eficientes quanto um freio já em uso por alguns dias.

E claro um investimento em performance seria algo no mínimo interessante para ser aplicado no carro, os seguintes itens devem ser considerados na sua cesta de compras:

  • Molas Esportivas
  • Pneus mais largos (dentro dos limites do seu carro)
  • Pneus Slicks (desejável)
  • Coletor de escapamento dimensionado (preferencialmente inox)
  • Remapeamento da Injeção
  • Sprint Booster ou Potent Booster (retira o delay do acelerador eletrônico)

Estes investimentos são mais expressivos, mas ao término dos upgrades você terá um carro mais “divertido” e seguro.

 

Agora vamos ao que interessa….

Para participar existem 3 caminhos

Fácil: Pesquisando no Google o autódromo da sua região e ligando para eles questionando sobre a agenda dos track days ou eventos similares.

Moderado: Você assina o newsletter de cada autódromo e fica antenado sobre os lançamentos das inscrições, se inscreva também na fanpage do autódromo no Facebook.

Difícil: Convide uns 10 ou 15 amigos para correr junto com você e inscreva todos na mesma corrida o bom disso é que conhecendo os outros pilotos o risco de acidentes é mitigado. O problema é encontrar 15 doidos como você (ou eu).

 

Alguns links interessantes:

http://www.ecpa.com.br/novo/

https://www.facebook.com/revistatrackday

http://trackday.oktaneclub.com/

http://www.autodromodeinterlagos.com.br/wp1/

 

Obrigado

0001207_pneu-ling-long-gl699-19550-aro-15

Pneu LingLong (XingLing)


Boa noite,

Novamente, depois de alguns meses estou voltando a escrever, desta vez vou escrever um review sobre os pneus Ling Long. A invasão chinesa invadiu a minha vida e desta vez é o novo calçado do meu carro.

Vamos ao pneu….

Ling Long é uma marca extremamente conhecida e desconhecida no mercado automotivo – sim essa frase ficou uma bosta ruim. A marca é conhecida pelos manolos que não gostam de nada original, definitivamente. Sempre que eu vejo um pneu Ling Long eu vejo uma roda réplica no carro.

Réplicas são uma droga para o mercado. A BBS que o diga, quase declarou falência devido a quantidade de réplicas no mercado. As pessoas podem falar que a roda original é cara, mas existem diversos custos envolvidos e são eles:

  • Engenharia
  • Material
  • Patente
  • Impostos

Estes são 4 de inúmeros fatores que fazem um produto final acabado ter um preço acima do que você caro leitor espera pagar por um produto, seja ele um eletrônico, uma peça ou um simples acessório para o carro.

Vamos ao pneu, estava eu animado indo para o interior de SP e simplesmente o pneu (Dunlop 225/45/18r) sofreu uma avaria. Eu já imaginava que este pneu iria me deixar na mão, porque a alguns meses atras eu percebi que o dianteiro do lado do motorista perdia muito mais libras do que os demais. Para se ter uma ideia eu calibro os pneus com 32 libras, normalmente eles perdem 1 libra (no máximo 2) cada vez que eu abasteço (isso quando perdem) e o maldito do pneu dianteiro perdia de 4 a 5 libras toda vez que eu calibrava.

Levei em diversos borracheiros e ninguém descobriu nada no pneu, até pensei em solicitar uma garantia, afinal são 5 anos de garantia e eu NUNCA usufrui de garantia de pneu, toda vez que eu tenho problemas com pneus sempre são causados por “agentes externos” – prego, buraco, parafuso, lava, ácido, meteorito, plutônio, etc.

E toda vez que eu compro pneu com garantia contra tudo (incendio, colisão, guerra nuclear e afins) eu vendo o carro sem nunca usufruir da garantia.

Desta vez eu tive um problema e vou pedir garantia para a Dunlop, mas isso será assunto de outro post. Vamos ao pneu Ling Long e como eu cheguei até ele (ou ele chegou até mim).

O estepe temporário do Lancer é uma roda safada Dunlop aro 15 que não é recomendável passar dos 80km/h quando se está com ela no carro. O Lancer vinha como padrão os pneus Yokohama Japones medias 215/45/18r quando nacionalizaram o carro (em 2014) a Mitsubishi equipou o carro com o Pirelli da mesma medida (nacional e com o memo preço =/) nunca entendi este preço uma vez que o Yokohama custavam mais de R$ 1000,00 a unidade e os Pirelli’s na concessionária custam exatamente isso.

Como não podia enfrentar uma viagem de 600km com o estepe temporário eu decidi correr atrás do primeiro pneu aro 18 disponível na cidade de Presidente Prudente (Oeste Paulista). Para a minha sorte em uma bela tarde ensolarada no sábado encontrei uma loja que já estava fechando que tinha um par de um pneu da mesma medida que os Dunlop que eu tinha.

Quando o dono da loja me disse que tinha o pneu que eu procurava, meus olhos se encheram de alegria e quando ele me falou o preço (R$ 350,00) alinhado, balanceado e com os bicos eu quase tive um orgasmo. Nossa como aquilo me deixou animado. Principalmente porque nos Dunlop a 1 ano atrás eu paguei algo em torno de 600 em cada um deles (montado).

2015-08-23 17.18.51

Quando eu vi o estado do pneu minha alegria veio a ruína, um pneu sujo todo torto como se ele tivesse sido esmagado por uma carreta e de fato ele foi esmagado era um pneu que entrou pelas portas do fundo do Brasil. Eu precisava daquele pneu e aquela pobre pneu precisava de um dono.

Quando eu vi a marca o pneu era Ling Long, no papel o pneu tem a melhor especificação do mercado, ele suporta altas velocidades e tem um bom desenho para qualquer tipo de uso (terra, asfalto e molhado) incrível não? #SQN.

Como um pneu chines poderia ser bom se nenhuma montadora chinesa no Brasil usa essa merda? Os Coreanos usam os pneus do seu país, os chineses usam Pirelli, GoodYear , etc… nunca vi um carro chines com pneus chineses.

Bom que seja… a ocasião faz o ladrão, acabei comprando o pneu porque eu precisava de um pneu aro 18 para voltar para a minha terra e escrever este post para voces.

Depois de uns 20 minutos calibrando o pneu ele tomou corpo de pneu, antes era a bola quadrada do Quico, agora ele era redondo, pelo menos não estava oval. Mas parecia um pneu e tomou forma como se fosse um pneu de verdade. Eu vi o Pinochio tomando vida na minha frente.

gde_0762c590dbc6ff4aec0865448fe42323

O que falar do pneu? dirigi 550km de estrada seca em condições favoráveis. O pneu aparentemente teve um bom comportamento, ele tem um ruído superior, eu não tenho equipamentos de medição sonora ( o celular não vale) mas eu percebi que o ruído interno aumentou. Para mim isso não é muito problema porque eu sempre ligo o rádio na estrada e também o escapamento esportivo ronca mais do que qualquer ruído de pneu.

Agora vem o problema, hoje um dia típico paulistano, muita chuva e transito. Depois de um longo período sem chuvas na cidade a cidade estava imunda, o asfalto está com uma combinação quase mortal: Terra e óleo. Hoje ao freiar o carro com vontade em 2 momentos o ABS foi acionado. PQP acionamento do ABS na cidade? me senti o rei das barbeiragens, mas depois eu me lembrei o que eu tinha de diferente no carro, e eram aqueles LingLong.

Minha vontade quando comprei o pneu seria comprar logo um jogo extra para usar em Track Day’s, mas depois de hoje vi que esse tipo de pneu é bom para quem não faz bom uso do carro e quem gosta de se arriscar comprando um produto somente pela aparencia.

Sinceramente não recomendo este pneu para ninguém, testei ele na estrada e é perceptível a diferença na velocidade. Não é um pneu para uso militar, ainda prefiro pneus nacionais mais simples do que um pneu que promete (base as especificações) ser superior aos concorrentes.

 

E como estes pneus chegam no Brasil?

http://www.visaopopular.net.br/policia-militar-apreende-em-sidrolandia-contrabando-de-52-pneus-oriundos-do-paraguai/

Obrigado