Novo projeto – 2 baterias


Boa noite,

Ultimamente meu grau de exigencia tem se aprimorado cada vez mais… outro dia ouvindo Fear (Disturbed) em MP3, ao final da música (ainda bem) o sistema de som inteiro praticamente “se auto-suicidou-se a si mesmo”.

Primeira palavra que veio a cabeça? “- FODEU!” – claro, a vida não seria perfeita sem um momento desses para quebrar a rotina.

Chegando em casa, resolvi por meios próprios entender o que raios poderia ter acontecido, antes de sair desmontando todo o conjunto, de cabeça fria, olhei para o voltímetro da coluna de instrumentos e o mesmo indicava 13,5v.

Nessa voltagem posso dar várias partidas ainda no carro, sendo que o mínimo seria os 12v. Afastei o pouco a caixa de som e vi o mega capacitor com apenas 8v…. tem coisa errada… na frente 13,5 e atrás 8v, cadê os outros 5,5v?

O problema é que o módulo Mono consome muita energia, existe perda de energia porque uma única bateria não consegue manter todo o sistema em perfeito funcionamento, o que deve ser feito neste caso é a instalação de uma segunda bateria, muito comum em projetos de som automotivo.

O problema é conseguir um local de fácil acesso, que não seja quente para que a não ocorra problemas com a bateria, normalmente estas baterias de som que são vendidas no mercado nacional necessitam de uma manutenção semestral, devido a esta característica a bateria não poderá ser instalada e esquecida (como acontece na maioria dos projetos que eu já vi).

A bateria escolhida para o projeto foi a Impact de 90a, popularmente conhecida por ser uma das melhores baterias para som automotivo, embora seja comum encontrar diversas críticas sobre esta bateria – principalmente pelo fato dela ter somente 6 meses de garantia, enquanto a média da concorrência são os 12 meses – escolhi ela por custo x benefício e por ter usado ela em um projeto de som bem similar ao do Corsa.

Na foto a imagem da bateria assim que eu retirei ela, deixei ela no carro por 5 dias para ver se elaxava algum cheiro ou se ocorria algum vazamento. A bateria é bem mais pesada do que a de 60a que eu já tenho no carro.

Uma dica para quem está montando um esquema de 2 baterias, utilize um disjuntor automotivo para ligação do som e um residencial (se não tiver outro) para ligar as baterias em paralelo.

A vantagem do disjuntor diante do fusível é a praticidade em que ele é acionado em caso de alguma irregularidade elétrica. No caso do fusível o mesmo é queimado e você deverá substituir a peça. No caso do disjuntor apenas um clique no botão e o sistema será ligado novamente.

A lateral do lado direito do carro possui as medidas exatas para fixação da bateria sem roubar espaço da caixa dutada. No meu caso procurei ser o mais específico possível, porque não gostaria de retirar a bateria para tirar a caixa e trocar o estepe quando necessário.

A bateria foi fixada por uma base metálica do tipo cantoneira. E para prender a bateria foram utilizados cintos de segurança doados por um carro velho,  para fechar e abrir fica fácil e rápido, além do material ser bem resistente.

Faz aproximadamente 4 meses, desde a instalação desta bateria e até agora nenhuma ocorrência, não vazou e fiz alguns testes bem pesados no final do ano de 2010. Tenho ainda 2 meses de garantia e o meu alternador permanece original do corsa 1.6

Abraços

About these ads

6 thoughts on “Novo projeto – 2 baterias

    • Utilize fiação de boa qualidade para ligar uma bateria na outra, na época eu usei residencial, falaram que não podia, mas não existe uma justificativa plausível que comprovasse que isso não pode. Ligue os positivos e os negativos das 2 baterias. Não tem erro, é mais chato esconder a fiação do que montar o sistema. Abraços

  1. wal disse:

    Cara estou com problemas nesse tipo de ligação, tenho um fiesta 1.6, o som foi feito a menos de 02 meses e a bateria original do carro é de 45 Amp e a auxiliar é de 75 amp, quando o som fica ligado por um determinado tempo o carro não da a partida, mesmo quando o carro esta em movimento. O que sera sera que esta de errado? E no que que pode ver a ligação esta correta a unica coisa e que o negativo so esta ligado em uma bateria. Sera que é isso que esta roubando corrente?

    • Wal!
      Boa noite

      Seu problema pode ser no alternador do carro, que não está dando conta de recarregar as 2 baterias.
      O Fiesta possui um alternador de 90ah, eu preciso saber qual é a potência em RMS do seu som (os graves) para que possamos juntos calcular qual é a melhor solução para vc.

      Outra questão também é que a segunda bateria pode estar sem função no carro, porque isso acontece com o meu quando eu esqueço o disjuntor da segunda bateria ligada.
      Me envie também qual é o esquema elétrico que você montou no carro (disjuntor, medida do cabo, fusível, mega capacitor, etc etc etc).

      O tamanho do cabo pode ser insuficiente e o som pode se desligar por segurança, os módulos mais modernos são programados para desligar na ausência de uma corrente estável e correta.

      Obrigado pela participação

      Abraços

    • Boa noite Thales,
      Os benefícios em usar um disjuntor a longo prazo são bem maiores. Depois que eu vi o fusível de 60a derreter e não queimar no meu carro, fui praticamente obrigado utilizar uma instalação utilizando o disjuntor.

      Abraços e obrigado pela participação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s